Dengue, uma preocupação de todos

No município, são contabilizados 16 casos confirmados


A dengue é uma doença febril grave transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que precisa de água parada para se proliferar. Por isso, é importante manter a higiene e evitar a acumulação de água em recipientes, todos os dias, pois os ovos do mosquito podem sobreviver por um ano até encontrar as melhores condições para se desenvolver.

Todas as faixas etárias são igualmente suscetíveis, porém as pessoas acima de 60 anos têm maior risco de desenvolver a forma grave da doença e outras complicações que podem levar à morte. O risco de gravidade e morte aumenta quando a pessoa tem alguma doença crônica, como diabetes e hipertensão, mesmo tratada.

Quais são os principais sintomas? Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início rápido, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele, além disso, perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Em alguns casos é registrado o surgimento de manchas vermelhas na pele.

Na fase febril inicial da dengue, pode ser difícil diferenciá-la. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Ao apresentar os sintomas, é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados, todos oferecidos de forma integral e gratuita por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Como faço para prevenir? A melhor forma de prevenção é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando qualquer água armazenada que possa se tornar possível criadouro, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Em nosso município, foram encontrados focos do mosquito transmissor nos arredores de algumas residências e contabilizados 16 casos confirmados da doença. A equipe de Saúde segue trabalhando em mutirões nos bairros, para realização de limpeza e transporte do lixo coletado ao local correto, visando evitar o surgimento de novos contaminados. Faça a sua parte!

Conteúdo: Agência CIME

Fonte: Ministério da Saúde



Enviar por e-mail Imprimir

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta


Av. Konrad Adenauer, 1610. Bairro Erica. - (55) 3375 3948

Horário de atendimento: Turno único: 08:00 as 14:00 - Sessões ordinárias: segundas às 19h

Visualizar mapa